Qual é a melhor plataforma de comércio eletrônico em 2020?

Publicados: 2021-07-13

O desafio? Encontrar a melhor plataforma para sua loja de e-commerce em um mar de construtores de sites. Para ajudá-lo a pesar os prós, contras e outras variáveis ​​da plataforma de e-commerce, comparei cinco plataformas principais.

Comparamos as 5 principais plataformas de comércio eletrônico, incluindo Shopify, Magento, WooCommerce, BigCommerce e Wix .

melhor plataforma de comércio eletrônico em 2020

O que você aprenderá:

    • O que você deve procurar em uma plataforma de comércio eletrônico
    • Recursos comuns da plataforma
    • Tipos de plataformas de comércio eletrônico
    • Gráfico de comparação de plataformas de comércio eletrônico

O que você deve procurar em uma plataforma de comércio eletrônico?

Cada plataforma nesta lista atende a um conjunto diferente de necessidades. Fatores como tamanho, objetivos de negócios, recursos e orçamento entram em jogo. Para restringir suas opções, trabalhe com as seguintes perguntas - como você as responde o ajudará a definir o que é uma plataforma de e-commerce ideal para você.

    • Alinhamento com objetivos. Por que você está montando esta loja? Para monetizar seu site de conteúdo? Atualizar uma loja online existente? Digitalize seu tijolo e argamassa? Começar um negócio de envio direto?
    • O que você vende? Assinaturas digitais? Produtos de consumo?
    • Quanto você vende? Quantos itens estão em seu catálogo? Quantos pedidos você processa? Quanta receita está entrando?
    • Qual é o seu orçamento? As plataformas de comércio eletrônico variam de gratuitas a milhares de dólares por mês, com base em recursos, hospedagem e personalizações. Além disso, alguns planos são completos, enquanto outros exigem que você encontre uma solução de hospedagem ou vêm com taxas ocultas.
    • O envolvimento do cliente. Como você pode controlar como seus clientes interagem com sua empresa.

Recursos comuns da plataforma de comércio eletrônico

Embora cada plataforma ofereça um conjunto diferente de recursos, aqui estão alguns recursos comuns que você deseja examinar antes de se comprometer com uma plataforma.

    • Soluções de hospedagem
    • Estatísticas de tempo de atividade.
    • Gerenciamento de catálogo.
    • Promoções e descontos.
    • Ferramentas de edição.
    • Otimização para celular.
    • Integrações e plug-ins com suporte.
    • Mídia social.
    • Ferramentas de marketing.
    • Integração de mídia social.
    • Volumes de chamadas API ilimitadas.
    • Temas e modelos.
    • App Store dedicada.
    • Conformidade com PCI.

Tipos de plataformas de comércio eletrônico

    • Plataformas SaaS. ( Software-as-a-Service) As plataformas SaaS são assinaturas baseadas em nuvem que oferecem a todos os usuários a mesma experiência e tecnologia por uma taxa mensal. As plataformas SaaS são o tipo mais acessível de plataforma de comércio eletrônico, pois os custos incluem coisas como hospedagem, manutenção, atualizações e segurança. Embora isso seja geralmente visto como positivo, as marcas com recursos de desenvolvimento podem se sentir limitadas pela falta de opções de personalização.
    • Plataformas sem cabeça. As plataformas sem cabeça são parte do que é conhecido como CaaS e-commerce (comércio como serviço), que permite aos usuários conectar recursos de e-commerce em uma plataforma CMS como o WordPress. O benefício aqui é que os sites podem montar uma plataforma de e-commerce a partir de diferentes componentes via API, criando uma experiência perfeita para os compradores. Isso dá às marcas mais controle, ao mesmo tempo que oferece as vantagens de uma plataforma SaaS.
    • Plataformas de comércio eletrônico auto-hospedadas. As plataformas de comércio eletrônico auto-hospedadas oferecem uma construção personalizada, mas vêm com responsabilidades de hospedagem, instalações e, em alguns casos, atualizações manuais de software.
    • Plataformas de código aberto. As plataformas de código aberto permitem a mesma flexibilidade que você encontrará em uma plataforma auto-hospedada, embora não exijam uma licença e possam oferecer hospedagem e recursos de segurança. Você pode construir com base no código existente de outros membros da comunidade e fazer personalizações da maneira que achar conveniente.
    • Plataformas em nuvem. Embora as plataformas SaaS sejam hospedadas na nuvem, as plataformas na nuvem não fornecem necessariamente um serviço. Algumas plataformas auto-hospedadas e de código aberto, como Magento e Salesforce commerce, agora oferecem a opção de hospedagem externa por meio de provedores terceirizados, como Amazon Web Services. Ao contrário de plataformas SaaS como Shopify, as organizações são responsáveis ​​por lançamentos de recursos, atualizações e dimensionamento de sua solução de armazenamento à medida que crescem.

Melhores plataformas de comércio eletrônico comparadas

Comparações Head-to-Head

Shopify x Magento

Magento e Shopify são projetados para dois tipos distintos de clientes. Com o Shopify, você tem uma solução acessível que permite a qualquer pessoa construir uma loja online. Os usuários pagam uma taxa mensal e o Shopify lida com hospedagem, segurança e atualizações.

Magento é de código aberto e, embora de uso gratuito, transformar o framework em uma loja funcional requer algumas habilidades de desenvolvimento sérias - o que significa que as marcas precisam ter uma equipe interna ou terceirizar o desenvolvimento - ambos os quais requerem recursos significativos.

Shopify x WooCommerce

Ambos oferecem ampla documentação e uma comunidade ativa de usuários, permitindo muitos materiais de referência a seus usuários. Além disso, ambas as plataformas permitem que os usuários personalizem sua pilha de recursos, oferecendo suporte para uma variedade estonteante de integrações.

WooCommerce é de código aberto, o que significa que qualquer pessoa pode adicionar extensões à biblioteca da plataforma. Você verá muitos ícones familiares como Square, PayPal, MailChimp e Amazon, bem como algumas ofertas de terceiros sem marca, que não são examinadas pela plataforma.

Em termos de segurança, os sites Shopify vêm com certificação SSL, enquanto os sites WooCommerce incluem suporte SSL, mas exigem que os usuários obtenham uma licença por conta própria.

Shopify x BigCommerce

Tanto o Shopify quanto o BigCommerce são plataformas excelentes que oferecem um conjunto abrangente de recursos, incluindo:

  • Suporte multicanal. Integra-se com canais de mídia social, permitindo aos usuários vender através do Instagram, Facebook e Pinterest.
  • Recuperação de carrinho abandonado. Envie e-mails automaticamente para clientes que saíram sem finalizar a compra.
  • Sistema de gerenciamento de estoque. Permite que os usuários rastreiem os níveis de estoque, adicionem e atualizem produtos e mantenham automaticamente a disponibilidade da loja atualizada para que os clientes não tenham problemas ao fazer um pedido.
  • Certificado SSL. SSL, ou Secure Sockets Layer, certifica que é seguro enviar pagamentos através de sua loja.

Como o Shopify, o BigCommerce permite que os usuários construam um site a partir de qualquer um dos modelos personalizáveis ​​da plataforma.

Ao contrário do Shopify, eles também oferecem aos usuários a opção de personalizar seu site com HTML e CSS - atendendo a uma das principais reclamações que as pessoas têm com algumas das plataformas mais “amigáveis”.

Outra diferença importante é que o BigCommerce vem com um conjunto mais robusto de recursos integrados, enquanto o Shopify mantém as coisas simples e prontas para usar e permite que os usuários escolham seus próprios recursos na loja de aplicativos da plataforma.

O BigCommerce também tem uma loja de aplicativos, embora seja muito menor do que a do Shopify - embora, de acordo com o site, a ideia é que eles já fornecem tudo que você precisa para que você não precise usar aplicativos.

O Shopify funciona muito bem para marcas que usam mídia social para direcionar tráfego para sua loja. Anúncios no Facebook ou marketing no Instagram - esta é a melhor escolha.

Os recursos de SEO do Shopify têm uma má reputação.

Para grandes lojas com catálogos enormes, o BigCommerce é uma aposta melhor. Embora o Shopify ofereça alguns recursos, como compra com 1 clique e upsell, que você não encontrará no BigCommerce, ele não oferece o mesmo nível de desempenho.

Shopify x Wix

À primeira vista, você pode pensar que o Shopify e o Wix oferecem os mesmos recursos básicos. Ambos são construtores de sites acessíveis que atendem às pessoas com pouca ou nenhuma experiência no site.

A principal diferença é que o Shopify foi projetado especificamente para e-commerce, enquanto o Wix é apenas um construtor de sites que oferece suporte a alguns recursos de e-commerce.

Enquanto o Shopify supera o Wix por um longo tiro, o simples construtor de sites oferece alguns pontos positivos. A primeira é a ferramenta Wix Artificial Design Intelligence (ADI) - que simplifica o processo de configuração além da edição de arrastar e soltar.

Embora a maioria dos usuários deseje mais personalização, o ADI faz uma série de perguntas (que tipo de site é, quais cores você deseja usar, etc.) e o transforma em um site. A partir daí, tudo o que você precisa fazer é adicionar sua cópia, fotos e detalhes do produto.

Eles também tornaram muito fácil vender produtos digitais, oferecendo uma funcionalidade integrada para os clientes fazerem o download de produtos e a capacidade de enviar e-mails automatizados para entregar a compra.

Eu posso ver isso sendo útil para freelancers e outros criadores que desejam vender produtos digitais, como assinaturas ou recursos online.

Infelizmente, a falta de ferramentas de marketing significa que você precisará reunir sua pilha de análises de outras fontes, o que pode custar mais às organizações menores no longo prazo.

Resultado: os custos mensais do Shopify são apenas marginalmente mais altos, mas você obterá um design melhor e muito mais funcionalidade - mais recursos, ferramentas de relatório e integrações.

Magento vs. WooCommerce

Conforme mencionado na tabela, WooCommerce é um plug-in que permite aos usuários do WordPress incorporar a funcionalidade de comércio eletrônico no back-end de seu site.

O principal benefício aqui é que os usuários podem continuar usando a plataforma normalmente, fazendo upload e gerenciando operações de e-commerce da mesma forma que gerenciam conteúdo.

Magento é uma plataforma mais avançada projetada para operações de médio a grande porte com recursos para trabalhar com um desenvolvedor. Ambas as plataformas são de código aberto e permitem que os usuários façam upload de produtos ilimitados e permitem muito mais personalização do que você obteria com Shopify ou Wix.

Magento vs. BigCommerce

Enquanto o BigCommerce é uma plataforma SaaS pronta para uso, o Magento é uma “plataforma como serviço” de código aberto ou provedor de PaaS, o que significa que qualquer pessoa pode modificar o código para criar uma loja online personalizada.

O BigCommerce oferece ferramentas de SEO, análises de produtos, recursos de marketing e modelos que facilitam as coisas para não desenvolvedores.

BigCommerce vs. WooCommerce

BigCommerce e WooCommerce são compatíveis com WordPress, permitindo aos usuários transformar seu sistema de gerenciamento de conteúdo existente em uma loja funcional.

No entanto, a principal diferença entre os dois é o escopo.

Conforme mencionado, o BigCommerce é para, bem, lojas maiores com milhares de SKUs, integrações e grandes volumes de pedidos, enquanto o WooCommerce, apesar de sua capacidade de hospedar produtos ilimitados, é mais adequado para operações menores. Aumentos de tráfego, integrações e grandes catálogos podem desacelerar os sites WooCommerce.

Conclusão

No final, cada uma dessas plataformas oferece um conjunto diferente de benefícios projetados para acomodar diferentes grupos de usuários. Principais conclusões:

  • O BigCommerce faz um ótimo trabalho equilibrando facilidade de uso com ferramentas e recursos sofisticados, como vendas de mídia social, embora seja provavelmente muito poderoso para uma pequena marca que deseja vender um punhado de produtos.
  • Para marcas que não têm certeza de para onde estão indo, minha escolha seria o Shopify. A plataforma atende marcas de todos os formatos e tamanhos, e as marcas podem atualizar seus planos conforme necessário.
  • Eu não recomendaria usar Wix ou WooCommerce na maioria dos casos. A exceção aqui é se você é um blogueiro / podcaster / freelancer e deseja vender ativos digitais para monetizar seu conteúdo. Nesse caso, WooCommerce é a melhor aposta. Wix carece de segurança, integrações e relatórios para entregar muito valor aos usuários.
  • Magento é uma escolha sólida, mas apenas para marcas com um desenvolvedor / equipe de TI dedicada. Você precisará de habilidades de desenvolvimento para projetar seu site e será responsável por encontrar uma solução de hospedagem e manter seu site seguro.

FAQs

Qual plataforma de comércio eletrônico é melhor para pequenas empresas?

O Squarespace é amplamente considerado a melhor plataforma para pequenas empresas.

Qual é a plataforma de comércio eletrônico mais fácil?

O Wix é uma excelente escolha se você está procurando a plataforma de comércio eletrônico mais fácil de usar.

O Shopify é a melhor plataforma de comércio eletrônico?

Existem muitas plataformas de comércio eletrônico excelentes.

Shopify é definitivamente uma das melhores plataformas e certamente a mais popular.